35 mil PMs fazem segurança no segundo turno no estado do RJ

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O policiamento nas ruas do estado do Rio terá o reforço de 5 mil agentes no segundo turno das eleições. O efetivo total reunirá 35 mil policiais no esquema especial montado pela Polícia Militar (PM), de amanhã (24) a domingo. Às 13h desta sexta-feira, os policiais começam a atuar em todo o estado, com o reforço das unidades especializadas da corporação.

Do total do efetivo, 455 PMs estarão à disposição do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e 212 vão atuar no Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ). De acordo com o porta-voz da PM, coronel Claudio Costa, o reforço de 5 mil policiais já estava previsto no planejamento da instituição.

“Já fazia parte do nosso planejamento esse aumento para o segundo turno. Realmente a gente aumenta em aproximadamente 5 mil policiais. Basicamente esse aumento vai ocorrer no dia das eleições, onde nós trabalhávamos com 15 mil no 1º turno e neste 2º turno trabalharemos com 20 mil policiais”, explicou.

Além dos batalhões convencionais das unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), o esquema de segurança terá 11 unidades de policiamento especializado, entre os quais, o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), o Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), Batalhão de Policiamento de Vias Expressas (BPVE) e Batalhão de Ações com Cães (BAC).

O coronel aposta em um segundo turno de “muita tranquilidade” na segurança e, por isso, a corporação está trabalhando com o esforço máximo para as eleições. “As operações não param. A gente tem feito operações constantes em diversas localidades”, ressaltou. “Essas tropas irão patrulhar locais estratégicos da cidade e locais em que a gente possa se deslocar mais rapidamente com o apoio do nosso helicóptero com a câmera.”

A Polícia Civil informou que todas as delegacias do estado terão reforço de policiais no atendimento ao público. Além disso, a Polícia Civil dará apoio à Polícia Federal, que é responsável pelos crimes eleitorais. Na capital fluminense, os procedimentos referentes a esse tipo de crime serão feitos em delegacias, com a presença das equipes da Polícia Federal de plantão. Já nas regiões onde há delegacias da Polícia Federal, a Polícia Civil só atuará caso seja necessário.

You may also like...