Autismo: mais de 10 municípios já visitaram Itaboraí para conhecer a Clínica-Escola do Autista

  •  
  • 61
  •  
  •  
    61
    Shares

Prestes a completar um ano de funcionamento, a Clínica-Escola do Autista de Itaboraí, inaugurada pela Prefeitura em 1º de abril de 2014, já recebeu a visita de mais de 10 municípios interessados em conhecer o trabalho realizado na instituição, a primeira do país a oferecer tratamento multidisciplinar e acompanhamento pedagógico gratuitos a autistas de todas as idades.

Já estiveram na Clínica-Escola representantes de cidades fluminenses como São Gonçalo, Niterói, Três Rios e Rio das Ostras, assim como os municípios paulistas de Santos, Osasco e Franca, a ainda de Catanduvas (PR) e Tucuruí (PA), entre outros.

Diretora da Clínica-Escola do Autista de Itaboraí, a subsecretária de Educação Especial, Valéria Sales, se diz satisfeita com o interesse de outros municípios, e espera que a experiência de Itaboraí seja replicada Brasil afora.

“Os bons resultados que temos com os autistas aqui em nossa Clínica-Escola chamam a atenção de várias cidades no Brasil. Temos mantido contato frequente com alguns municípios, e fico feliz em ver, por exemplo, que nossa vizinha São Gonçalo já dá os primeiros passos no sentido de também implementar sua Clínica-Escola”, diz Valéria. “Esse é um projeto muito importante, e Itaboraí tem um papel fundamental em auxiliar os outros municípios”.

A Clínica-Escola do Autista de Itaboraí é um projeto idealizado por Berenice Piana, que também trabalha na instituição, onde auxilia pais a lidar com seus filhos autistas no dia a dia. Militante da causa e mãe de um jovem autista, Berenice é co-autora da Lei Federal 12.764, que institui a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista no país. Assim que assumiu o mandato, em 2013, Berenice apresentou o projeto ao prefeito Helil Cardozo, que determinou à Secretaria Municipal de Educação e Cultura sua implementação na cidade.

“Essa é uma causa muito importante, e Itaboraí foi a primeira cidade a ter uma lei municipal que obriga o município a cuidar dos autistas. Por isso, também somos a primeira cidade a implementar esse projeto, que é um dos mais importantes da atual gestão”, diz o prefeito. “Ficamos felizes com esse pioneirismo, e com o resultado que estamos obtendo”.

Atualmente, a Clínica-Escola do Autista de Itaboraí atende a 107 pessoas. A instituição conta com a direção médica do neuropediatra Mauro Lins, reconhecido internacionalmente como uma das maiores autoridades em autismo no Brasil. Há, ainda, serviços de nutrição, psicologia, fonoaudiologia e terapia ocupacional. Ao longo do projeto, também serão implementados educação artística, educação física e odontologia, entre outros serviços.

A partir de 2015, a Clínica-Escola do Autista de Itaboraí passa também a oferecer atendimento pedagógico, com o objetivo de inserir na rede regular de ensino autistas que se encontram fora da escola. No fim de 2014, um grupo de 30 professoras da rede realizou um curso de capacitação oferecido pela Prefeitura, e três delas foram selecionadas para atuar diretamente na instituição. De início, cinco alunos autistas foram selecionados e já começaram a ter aulas individuais.

You may also like...