Autorizada licitação para obra do Mercado Popular do Largo da Batalha

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Foi assinada a autorização para a licitação da obra do Mercado Popular do Largo da Batalha, na Região de Pendotiba, antiga reivindicação dos feirantes que atuam no bairro.

O edital será publicado no Diário Oficial do Município nesta quinta-feira (11/9). A licitação tem previsão para ocorrer no dia 3 de outubro e as obras serem iniciadas no final de outubro. O investimento na obra é de R$ 1,9 milhão.

O Mercado Popular será construído em frente a Policlínica do Largo da Batalha, no terreno onde funcionava a quadra da escola de samba Unidos do Santo Inácio e que foi desapropriado pela nova administração da Prefeitura.

No local, além do Mercado Popular, funcionará também a sede do CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social),  que vai atender não só o Largo da Batalha, como também a Região Oceânica.

A previsão é de que toda a obra esteja concluída em oito meses, sendo que o mercado ficará pronto em torno de quatro meses e já começa a funcionar antes mesmo do término do CREAS.

O Mercado Popular vai funcionar no primeiro andar do prédio. Vai ocupar uma área de 270 metros quadrados e terá 32 stands, com 2 metros de comprimento por 1,4 m de largura, garantindo espaço para que os ambulantes atendam o público e estoquem as mercadorias. Terá elevador, escada, acessibilidade e banheiros.

O empreendimento contará  também uma área reservada para carga e descarga e para funcionários da Clin (Companhia de Limpeza de Niterói), além de um espaço externo que será destinado principalmente para artesanato.

O CREAS funcionará no segundo andar do prédio, em uma área de 240 metros quadrados. E um dos seus acessos será por dentro do mercado, garantindo assim movimento . O CREAS prestará vários serviços, entre eles o de orientações para jovens, idosos e crianças.

O prefeito da cidade afirmou que a obra é resultado de um compromisso assumido pelo governo com os feirantes.

“É uma grande conquista. Os feirantes lutaram e reivindicaram. E a nova administração da Prefeitura tem esse diferencial de ouvir as pessoas e buscar soluções para os problemas, principalmente dos que mais precisam. Esse trabalho é resultado de um compromisso de cada um dos setores da Prefeitura, da Emusa, das secretarias Executiva e de Desenvolvimento Econômico. Acreditamos muito nos comerciantes. Com o Mercado Popular, eles terão a chance de prosperar e gerar mais empregos”, afirmou.

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Fabiano Gonçalves, afirmou que os feirantes serão qualificados pelo Sebrae.

O feirante Jucirley de Mello Xavier, conhecido como Cirley do Relógio, de 47 anos e há 27 anos trabalhando no Largo da Batalha, elogiou a Prefeitura.

“Com a assinatura desta obra, a Prefeitura de Niterói está cumprindo um compromisso assumido com os comerciantes”, disse.

Participaram também da reunião a secretária Executiva da Prefeitura, Maria Célia Vasconcelos, o presidente da Empresa Municipal de Urbanização, Moradia e Saneamento (Emusa), Guilherme Ribeiro, o vereador Beto da Pipa, além de feirantes que atuam na localidade.

You may also like...