Circuito de vôlei de praia movimenta Niterói

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Divulgação / CBV

Divulgação / CBV

Ano novo, dupla nova, mas com as já conhecidas vitórias. Dois times estreantes na sexta etapa do Circuito Brasileiro Open 2015/2016 começaram com ritmo intenso no primeiro dia de disputas, nesta sexta-feira (29.01), na Praia de Icaraí. Juliana/Taiana (CE) e Lili/Maria Elisa (ES/PE) venceram duas vezes em suas chaves e se classificaram às quartas de final. Outras duas duplas também obtiveram o mesmo resultado: Renata/Thati (RJ/PB) e Larissa/Talita (PA/AL).

Os jogos seguem neste sábado (30.01), a partir das 10h, quando serão realizadas as disputas da repescagem, quartas de final e semifinal. As partidas da quadra central contam com transmissão ao vivo do site da CBV e a entrada é franca aos torcedores.

Feliz com o novo time, Juliana comentou o reencontro com Taiana e os novos objetivos. Ambas aturaram juntas durante as categorias de base e conquistaram o Mundial Sub-21 de 2002. Na largada em Niterói (RJ) elas superaram Pauline/Fernanda Nunes (RJ) e Val/Josi (RJ/SC), ambas as vitórias em sets diretos.

“É muito empolgante começar um novo projeto, estou muito feliz, focada em aprender coisas novas. Começar com duas vitórias é importante, mas sabemos que temos um caminho longo pelo entrosamento. O principal é termos prazer em jogar, uma querer sempre o máximo da outros”, destacou a medalhista olímpica e campeã mundial.

Quem também largou com o pé direito foi a dupla Lili/Maria Elisa (ES/PE). A ex-parceira de Juliana e a campeã do Circuito Mundial 2014 comemorou a garra e alegria da nova equipe nos dois primeiros jogos, com vitórias sobre Dani/Erica Freitas (MS/MG) e Rachel/Ângela (RJ/DF).

“Eu e Lili tivemos uma energia que se encaixou de maneira muito bacana. Temos muito a melhorar, aprender uma com a outra. Ainda temos alguns erros por não nos conhecermos tanto, mas foram apenas duas semanas. Mas estou contente por ver que temos um espírito de luta muito semelhante na quadra. Começo de parceria, de ‘namoro’, é sempre muito legal. Esse valor que damos uma para a outra é importantíssimo”, disse Maria Elisa.

Além das quatro duplas classificadas direto às quartas, outros oito times brigam pelas últimas quatro vagas na repescagem, disputa que abre o sábado. Os jogos serão entre Val/Josi (RJ/SC) contra Tainá/Andressa (SE/PB); Rachel/Ângela (RJ/DF) enfrentando Dani/Érica Freitas (MS/MG); Neide/Rebecca (AL/CE) encara Vivian/Andrezza (PA/AM) ; e Duda/Elize Maia (SE/ES) contra Bruna/Semírames (PB/SP).

Taiana, nova parceira de Juliana, também comemorou o bom começo do time. Campeã do Circuito Mundial de 2013, a cearense conta como foram os primeiros passos do time.

“Nos últimos anos éramos adversárias, mas começamos nossa carreira lá em Fortaleza, jogando juntas. O destino fez com que nos juntássemos novamente, estou feliz com o que o time está construindo. As vitórias foram legais, mas o mais importante é essa vontade que eu quero dela e ela quer de mim, esse sentimento de ter grandes objetivos”, destacou.

Niteroiense em casa

Em busca da primeira medalha na temporada, Rachel (RJ), parceira de Ângela, contará com uma torcida a mais. Familiares e amigos estarão nas arquibancadas vibrando pela atleta que nasceu na cidade fluminense e jogará no ‘quintal de casa’.

“É maravilhoso poder jogar onde comecei a dar meus primeiros passos na areia. Poder contar com a presença de amigos e familiares na torcida é muito bom, uma emoção enorme. Eu e Ângela estamos caminhando passo a passo alcançando nosso objetivo. Chegamos a duas semifinais nesta temporada e agora queremos subir mais um degrau e chegar ao pódio. E com o apoio da torcida espero que consigamos chegar lá”, disse Rachel.

Com duas derrotas na fase de grupos, as seguintes duplas estão eliminadas e deram adeus ao torneio já nesta sexta-feira: Carol Horta/Ana Patrícia (CE/MG), Pauline/Fernanda Nunes (RJ), Camila/Izabel (RJ/PA) e Flávia/Amanda (RJ).

Cada dupla campeã de uma etapa do Open soma 400 pontos no ranking da temporada, além de levar para casa um prêmio de R$ 45 mil. Todas as equipes são premiadas, e somando os dois naipes, o torneio distribui mais de R$ 420 mil aos atletas.

O Circuito Open segue com mais duas etapas após Niterói (RJ): Natal (RN), de 19 a 21 de fevereiro, e Fortaleza (CE), de 22 a 24 de abril. Além disso, também em 2016 ocorre o SuperPraia, torneio que reúne as oito melhores duplas da temporada e encerra o calendário nacional, que será em João Pessoa (PB), de 5 a 8 de maio.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *