Ex-goleiro do Botafogo tem morte cerebral confirmada

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Goleiro Max sofreu uma lesão no braço durante o acidente e chegou a postar foto em rede social falando que estava bem | Arquivo pessoal

O ex-goleiro Maxlei dos Santos Luzia, o Max, teve morte cerebral confirmada nesta quarta-feira, informou o Botafogo. O ex-jogador do Glorioso, que tinha 42 anos, estava internado no Hospital da Lagoa, no Rio de Janeiro, há aproximadamente um mês e, quando foi submetido a testes neurológicos na quarta, não respondeu aos estímulos.

Max foi internado 20 dias após um acidente de carro em uma tentativa de assalto em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O edema cerebral não teria relação com o acidente.


Formado na Portuguesa da Ilha, Max defendeu o Botafogo entre 2002 e 2008, quando ganhou uma Taça Rio, uma Taça Guanabara e um Campeonato Carioca. O ex-goleiro também defendeu Joinville, América-MG, Vila Nova, Boa Esporte, Gama, entre outros times. Pelo time catarinense, ele conquistou o Campeonato Brasileiro Série C em 2011. Max se aposentou em 2013.

– Meu amor foi embora. Mas ele não morre para mim. Fui comunicada agora. O médico me falou… Estou vendo a possibilidade de doar os órgãos. Ele sempre foi uma boa pessoa. Estou aqui no CTI, perto dele… Entramos para ver ele, beijar ele, apertar a mão dele. Acho que ele gostaria que a gente doasse os órgãos. Acho que gostaria. Tenho que ver qual o trâmite agora – disse a esposa de Max, Marilda, momentos após a morte do ex-jogador.

Classificado

O time do Botafogo se classificou para a semifinal da Copa do Brasil, na noite desta quarta-feira, ao derrotar o Atlético Mineiro por 3 a 0 no Estádio Nilton Santos, zona norte do Rio.

O Glorioso havia perdido o primeiro jogo por 1 a 0, em Belo Horizonte. No Nilton Santos, marcaram para o Alvinegro carioca, Joel Carli, Roger e Gilson.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *