Futebol carioca e a falta de ‘planejamento’ que reflete no Brasileirão

pre temporadaA pré-temporada começa em janeiro, mas para os times cariocas ela não começa. Explica-se: os dois clubes que brigam pelo titulo, não trocaram de técnicos e os elencos foram montados no inicio do ano, na pré-temporada. Apesar de ter perdido jogadores importantes, Corinthians e Atlético (MG) mantiveram a base, fizeram contratações pontuais no inicio do ano e o resultado acontece agora no fim.

Aqui no Rio, o Vasco trocou de técnico três vezes, foi o time que mais contratou jogadores no país. Essas contratações foram indicação de qual técnico? Não se sabe, pois em nove meses trocou três vezes, a cada três meses um técnico novo. O Flamengo segue no mesmo ritmo, trocou três vezes também, contratou bons jogadores, mas muito tarde, é o melhor carioca na competição devido a essas boas contratações, mas se tivesse planejado no início poderia estar brigando por algo melhor. O Flu, apesar de ter perdido sua patrocinadora, manteve o Fred e alguns nomes importantes, mas também trocou de técnico três vezes e fez a pífia contratação do R10 e desandou na competição que vinha bem. A culpa é dele? Não sei, mas coincidiu com sua chegada. A conclusão é que a pré-temporada dos clubes cariocas é o ano todo, durante a competição.

Flamengo joga mal, mas vence Joinville no Maraca lotado

E o Flamengo, depois de três derrotas consecutivas, fez as pazes com a vitória. 2 a 0 no fraco Joinville. Mas o time não jogou bem, muito pelo contrário, no início do primeiro tempo o Joinville teve até mais chances, depois o Fla perdeu muitos gols e o primeiro tempo terminou 0 a 0.

flaxjecNa segunda etapa, numa linda cobrança de falta, Airton abriu o placar: 1 a 0. A partir daí o Rubro-Negro começou a errar muitos passes e o jogo começou a ficar perigoso. Oswaldo de Oliveira colocou Gabriel, que andava meio esquecido, mas a estrela do professor brilhou e no primeiro lance Gabriel recebeu na entrada da área, a bola chegou a resvalar no seu braço e com um toque sutil encobriu o goleiro, aliviando a galera que compareceu em bom número na manhã de domingo: 2 a 0. O Fla agora encara o Figueirense fora de casa e a meta é vencer se quiser continuar sonhando com G4.

FLAMENGO: César; Ayrton, César Martins, Samir e Jorge; Márcio Araújo, Héctor Canteros (Almir), Alan Patrick e Everton; Paulinho (Gabriel) e Paolo Guerrero (Kayke) Técnico: Oswaldo de Oliveira

JOINVILLE: Agenor; Edson Ratinho, Bruno Aguiar, Guti e Rogério; Kadu, Anselmo, Marcelinho Paraíba (Marion) e Lucas Crispim; William Popp (Edigar Junio) e Kempes (Ricardo Bueno) Técnico: PC Gusmão

Vasco cede empate e por pouco não perde na Ressacada

E o Vasco vai calando a boca de quem vos escreve, apesar do empate fora de casa contra o Avaí, o time na base da raça vem obtendo bons resultados e já diminuiu pra 6 pontos a diferença pro Coritiba, primeiro time fora da zona de rebaixamento. O jogo foi muito disputado, num campo pesado, o Vasco saiu na frente com pênalti bem cobrado por Nenê.

VascoxAvaíO time segurou até os 40 minutos do segundo tempo, quando Andre Lima recebeu na pequena área e marcou para os catarinenses. Antes, o Avaí desperdiçou um pênalti, Leo Gamalho bisonhamente jogou a bola nas ‘nuvens’. No último lance do jogo, Martin Silva fez um milagre numa cabeçada de Andre Lima no cantinho e evitou a virada do Avaí. O Vasco pega a Chapecoense na próxima rodada, a equipe catarinense venceu com uma surpreendente goleada no Palmeiras nesta rodada por 5 a 1, ou seja, vem motivada e é jogo de 6 pontos.

AVAÍ: Vagner, Nino Paraíba, Antonio Carlos, Jubal e Romário; Renan (André Lima), Eduardo Neto, Everton Silva (Tinga) e Marquinhos (Renan Oliveira); Anderson Lopes e Léo Gamalho Técnico: Gilson Kleina

VASCO: Martin Silva, Madson, Rafael Vaz, Rodrigo e Julio Cesar; Bruno Gallo (Serginho), Julio dos Santos, Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique (Rafael Silva) e Leandrão (Anderson Salles) Técnico: Jorginho

Fluminense é atropelado em Santos na Vila

O Fluminense tomou um chocolate do Santos. O Tricolor, que entrou desfigurado sem o capitão Fred e o versátil Gustavo Scarpa, dentre outros, foi presa fácil pro bom time do Santos que chegou ao G4. O Flu totalmente dominado nos dois tempos, poderia ter saído da vila com uma goleada histórica, graças a trave e a Cavalieri, que apesar de ter falhado num dos gols, salvou o time em outras oportunidades.

flu x santosO Santos que explorava muito seu lado direito deitou e rolou, o Flu tentou alguns lances com Marcos Junior, mas não deu. Final, derrota por 3 a 1. Acho que o Flu deve se concentrar nas semifinais da Copa do Brasil, pois no Brasileiro não corre grandes riscos de rebaixamento e G4 ficou praticamente impossível.

SANTOS: Vanderlei, Daniel Guedes, David Braz, Gustavo Henrique (Werley) e Chiquinho; Thiago Maia, Renato e Lucas Lima; Marquinhos Gabriel (Neto Berola), Gabriel (Leandro) e Ricardo Oliveira.
Técnico: Dorival Jr

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Higor Leite, Gum, Marlon e Victor Oliveira (Robert); Pierre, Jean e Gerson; Marcos Junior (Lucas Gomes), Osvaldo (Magno Alves) e Wellington Paulista
Técnico: Eduardo Baptista

E o Botafogo está voltando…

O Botafogo deu mole, vencia o Sampaio Correa até os 49 minutos do segundo tempo, mas cedeu o empate. O time segue tranquilo na liderança.

Outros resultados:

São paulo 1 x 0 Atlético (PR); Goiás 2 x 3 Figueirense; Ponte Preta 2 x 2 Corinthians; Coritiba 0 x 3 Atlético (MG); Cruzeiro 0 x 0 Grêmio; Internacional 2 x 1 Sport.

Carregando…

Tabela do Brasileirão

Amigos, toda segunda-feira eu estarei aqui expondo o meu ponto de vista sobre os times cariocas no maior campeonato de futebol do mundo, o Brasileirão. Conto com sua atenção. Pode nos enviar sugestões, críticas e reclamações: redacao@correiodacidadeonline.com.br

Grande abraço!

Key Campos


A opinião contida neste artigo é de inteira responsabilidade do seu autor. O seu conteúdo não expressa necessariamente a opinião do Correio da Cidade Online.

You may also like...