Garagem subterrânea de Charitas fica às moscas no seu primeiro dia

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

CCO

O cenário do primeiro dia de operação da garagem subterrânea de Charitas foi de vagas vazias. Com espaço para 230, apenas três automóveis estavam estacionados no empreendimento de R$ 22 milhões durante a tarde desta sexta-feira (9). A inauguração de ontem (8), no entanto, ainda deixou pendências. O mobiliário para as 23 vagas de bicicleta ainda não está instalado.

Quem procurou o estacionamento para parar a bicicleta, mesmo desembolsando a taxa de R$ 1,25, precisou procurar outro lugar.

“Atravesso o túnel de bicicleta e, com a inauguração da garagem, resolvi parar aqui porque é mais seguro do que deixar na rua. Mas, não consegui deixar no estacionamento porque disseram que as vagas ainda não estão disponíveis”, lamentou o ciclista Guilherme Dias, de 27 anos.

De acordo com funcionários do local, ainda não é permitida a parada de bikes na garagem porque os paraciclos ainda nem sequer chegaram para a instalação. Ao ser questionada, a Niterói Rotativo, que fez a obra em contrapartida da Parceria Público Privada (PPP) com a Prefeitura de Niterói, disse que ainda estão terminando os ajustes finais e, por essa razão, ainda não se encontra 100% confortável.

Enquanto isso, nem mesmo os carros têm parado por lá. O preço da diária, que custa R$ 20, tem espantado os motoristas. A hora no local custa R$ 5, até as primeiras quatro horas. Depois desse período é cobrado o preço da diária.

A própria concessionária admitiu que a expectativa era de baixa procura nos primeiros dias de operação da garagem.

“Moro na Região Oceânica e trabalho no Centro do Rio de Janeiro. Sempre paro o carro aqui por Charitas para acessar o catamarã. Já pagamos caro pela passagem e em tempos de crise não dá para pagar tão caro em uma vaga de estacionamento, então prefiro deixar meu carro em outro lugar”, disse o empresário Wallace Gomes, de 42 anos.

Mesmo com a insatisfação dos usuários, a Niterói Rotativo não deixou claro a possibilidade de diminuir o preço para os motoristas.

Inauguração – O estacionamento polêmico, embargado várias vezes pela Justiça, foi aberto nesta quinta-feira (8), durante uma solenidade com o prefeito Rodrigo Neves.

A garagem possui 5 mil metros quadrados, com 230 vagas para automóveis, 75 para motos e 23 para bicicletas. O local funciona das 6h às 23h.

Leia também

1 Response

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *