Luiz Fernando Pezão é reeleito governador do RJ. Veja os números finais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O atual governador e candidato a reeleição Luiz Fernando Pezão (PMDB), venceu hoje (26) o segundo turno das eleições para o governo do estado do Rio de Janeiro.

Pezão conseguiu 55,78% (4.343.226) dos votos, enquanto seu adversário, o senador Marcelo Crivella (PRB), ficou com 44,22% (3.442.618) dos votos apurados.

O que mais chamou a atenção nas eleições no Rio de Janeiro foi a quantidade surpreendente de abstenção, nulos e brancos, somando 39% (4.333.040).

Na contagem final dos votos, Pezão conseguiu vencer sem grandes dificuldades, inclusive com uma diferença de votos superior a apontada pelos institutos de pesquisas Datafolha e Ibope.

O vice-governador de Pezão é o senador Francisco Dornelles, do PP.

O governador votou pela manhã em Piraí, no Sul Fluminense, e desde o fim da tarde está em um hotel na Zona Sul do Rio, onde vai falar com jornalistas sobre o resultado.

Histórico

Pezão se candidatou ao Governo do Rio de Janeiro na vaga de Sérgio Cabral, de quem foi vice-governador de 2007 até o início de abril deste ano. Após Cabral renunciar ao cargo, ele dividiu o comando do Palácio Laranjeiras com a campanha eleitoral.

Pezão tem 59 anos, é natural de Piraí, no Sul fluminense, e é formado em Economia e Administração. O primeiro cargo político foi como vereador de Piraí, em 1982. Depois, foi  prefeito da cidade por dois mandatos (1996 – 2000). Durante o período em que comandou Piraí, Pezão implantou o sistema de informatização do município, conhecido como “Piraí Digital”, recebendo prêmios internacionais pelo investimento.

Ele também foi Presidente da Associação de Prefeitos dos Municípios do Estado do Rio de Janeiro (Apremerj) por dois períodos, onde atuou como interlocutor dos interesses do interior na Assembleia Legislativa e no governo do estado.

Em 2006, foi secretário de governo na administração da governadora Rosinha Garotinho (2003 a 2007), e foi eleito por duas vezes vice-governador do Rio (em 2006 e 2010), na chapa do ex-governador Sérgio Cabral. Além de vice-governador, Pezão era também secretário de Obras do estado. É casado há 21 anos com Maria Lúcia Cautiero Horta Jardim, 59 anos, uma amiga de infância de Piraí. O apelido – Pezão – se deve ao fato de calçar 48.

Promessas e Propostas

Em sua campanha, o candidato do PMDB reafirmou promessas como a ampliação de investimentos e construções de unidades habitacionais no Estado do Rio. Pezão disse que quer combater o déficit habitacional desapropriando terrenos. Ele defendeu a desburocratização do estado e considerou fazer pactos para a redução da carga tributária;  e defendeu o bilhete único nos transportes como uma revolução que permitiu maior taxa de empregabilidade. Pezão também prometeu levar as UPPs para o Norte do estado, e disse que pretende aumentar o número de policiais militares abrindo mais um concurso para preencher seis mil vagas.

Acabar com a falta d’água na Baixada Fluminense foi uma das promessas de Pezão nas várias visitas que fez às cidades da região. Ele também garantiu a pavimentação de todas as ruas da região e o investimento em Clínicas da Família. A ampliação do programa de concessão de microcrédito nas favelas e em comunidades em vias de pacificação, a triplicação dos centros educacionais tecnológicos do estado e ampliação do número de comunidades com Unidades de Polícia Pacificadora no estado, com a contratação de mais 11 mil policiais militares, foram as promessas do candidato durante a campanha.

Na área dos transportes, ele disse que pretende levar o metrô até o Méier e Madureira, implantar a Linha 3 para São Gonçalo e construir sete BRTs em São Gonçalo e na Baixada Fluminense. Para a educação, ele disse que vai expandir o programa “Dupla Escola” a 75 colégios do estado, implantando ensino integral com conteúdo conectado ao mercado de trabalho.

Números finais: 

Luiz Fernando Pezão (PMDB):  55,78% (4.343.226)

Marcelo Crivella (PRB): 44,22% (3.442.618)

Urnas apuradas: 100%

Eleitores: 12.134.961

Votantes: 77,64%

Ausentes: 22,36% 

Votos apurados: 9.420.736

Válidos: 7.785.844 (82,64%)

Abstenção: 2.713.576 (22,36%)

Nulos: 1.315.326 (13,96%)

Brancos: 319.815 (3,39%)

You may also like...