Mona Canta Dalva

Nascida em 5 de maio de 1917, a cantora Dalva de Oliveira completou em 2017 o seu centenário.

Conhecida como “O Rouxinol Brasileiro” e a “Rainha da Voz”, Dalva realizou mais de 400 gravações e sua voz está em vários coros dos discos de Carmem Miranda, Orlando Silva e Francisco Alves.

O encontro com Herivelto Martins, aquele que viria ser seu maior inimigo, aos 18 anos de idade. As matérias de jornal difamando a conduta de Dalva como mulher e mãe. A perda da guarda dos três filhos. O grande sucesso na Europa e seu retorno. Muitos desses momentos parecem ter sido expressados através de suas canções de tristeza, desilusão e amor.

Folha morta, Ave Maria do Morro, Lencinho Branco, As Pastorinhas…como não se lembrar, se emocionar e cantar junto essas canções interpretadas por Dalva?

No ano passado, centenário do seu nascimento a cantora e atriz Mona Vilardo homenageou essa Rainha do Rádio com belas canções dessa que foi, sem dúvida alguma, uma das maiores vozes do Brasil.

Dalva de Oliveira começou sua carreira cantando no grupo “Trio de Ouro”, formado por Herivelto Martins e Raul Sampaio. Em “Mona canta Dalva” o Trio de Ouro é formado por Ayres D’Athayde (percussão), Daniel Sant’Anna (violão), Ricardo Nascimento (trompete) e Mona Vilardo (voz). A direção artística é de Marcia do Valle e a produção de Filomena Mancuzo.

O projeto de homenagear Dalva de Oliveira no seu centenário começou com o lançamento do clipe de Ave Maria no Morro, de Herivelto Martins. Mona Vilardo lançou o clipe no seu canal do Youtube, no dia 5 de maio de 2017 – dia do centenário.

O espetáculo estreou no Teatro Maison de France – Rio – em setembro de 2017, onde, nesse mesmo teatro, foi gravado o DVD ao vivo.

Em fevereiro a Escola de Samba Porto da Pedra homenageou as Rainhas do Rádio e Mona Vilardo foi no terceiro carro, representando a memória de Dalva de Oliveira, ao lado de diretores de fã clubes como de Emilinha Borba e Marlene.

No mês de março, “Mona canta Dalva” fez sua segunda temporada no Teatro Dulcina, no centro do Rio.

Dias 2 e 3 de maio o Teatro da UFF, em Niterói, recebeu o espetáculo, fechando o ano oficinal do centenário de Dalva de Oliveira.

Em agosto, retornam com o espetáculo em dois lugares: Teatro Municipal de Niterói (dias 10, 11 e 12) e Centro de Referência da Música Carioca.

Além disso, Mona Vilardo está escrevendo um livro sobre As Rainhas do Rádio, voltado para o público infantil. Será uma coleção, onde a primeira Rainha homenageada será Dalva de Oliveira. Lançamento previsto para 2019

O livro conta com a monitoria de Rona Hanning, especializada em literatura Infanto juvenil.

Ficha técnica “Mona canta Dalva”

  • Voz: Mona Vilardo
  • Violão: Daniel Sant’Anna
  • Trompete: Ricardo Nascimento
  • Percussão: Ayres d’Athayde
  • Direção: Marcia do Valle
  • Roteiro: Mona Vilardo e Marcia do Valle
  • Figurino: Ney Madeira e Dani Vidal
  • Partituras: Alexandre Prado
  • Produção: Filomena Mancuzo e Mona Vilardo
  • Realização: Mona Vilardo e Silvério Ortiz
  • Fotos: Denise Bastos e Lucio Larangeira

Teatro Municipal de Niterói
Data: 10 a 12 de agosto de 2018
Horário: sexta às 20h e sábado e domingo às 19h
Abertura da Casa: sexta às 19h30 e sábado e domingo às 18h30
Preço: R$ 50
Duração: 70 minuitos
Classificação indicativa: livre
Endereço: Rua Quinze de novembro, 35 – Centro – Niterói – RJ
Telefone: (21) 2620-1624

Horário de funcionamento da bilheteria:
• Ingressos antecipados: terça a sexta, das 10h às 18h.
sábados, domingos e feriados, das 15h às 18h (se houver teatro Infantil, das 17h às 18h).
• Ingressos para o espetáculo do dia: das 10h até o início do mesmo.

You may also like...