Niterói ganha mais uma ciclofaixa na Zona Sul

  •  
  • 8
  •  
  •  
    8
    Shares



Alexandre Vieira / Prefeitura de Niterói

Alexandre Vieira / Prefeitura de Niterói

Os moradores de Niterói que escolheram a bicicleta como meio de transporte ganharam mais uma ciclofaixa na Zona Sul da cidade. A ciclofaixa bidirecional da Rua Miguel Couto, no Jardim Icaraí, começou a ser usada há alguns dias, antes mesmo de ficar pronta, demonstrando que havia uma demanda naquela região que agora passou a ser atendida.

Com 0,6 quilômetro, a ciclofaixa atravessa toda a Rua Miguel Couto – da Avenida Roberto Silveira à Rua Santa Rosa. Um dos principais benefícios da iniciativa é que vai facilitar a mobilidade de quem mora em Santa Rosa e segue até a estação das barcas da Praça Arariboia, no Centro.

“O ciclista pode sair de Santa Rosa, por exemplo, chegar até a ciclovia da Avenida Roberto Silveira, seguir pela Avenida Marquês do Paraná, pegar a ciclovia da Avenida Amaral Peixoto até as barcas. A ciclofaixa vai facilitar muito a vida dos usuários de bicicleta”, afirma Isabela Ledo, coordenadora do programa municipal Niterói de Bicicleta.

Isabela destaca ainda que a nova ciclofaixa tem beneficiado também pais e mães que levam crianças para a escola ou mesmo para o lazer no Campo de São Bento.

“Observamos muitos pais usando bicicletas para transportar crianças para as escolas daquela região. Outro benefício é que a ciclofaixa facilitou também quem leva os filhos para brincar no Campo de São Bento, já que a pista termina exatamente em frente ao parque”, explica a coordenadora.

Criado em 2013, o Programa Niterói de Bicicleta é um dos 32 projetos estruturadores definidos no plano estratégico municipal Niterói Que Queremos. Pensado como uma resposta aos desafios relacionados à mobilidade, ao meio ambiente e, de uma maneira mais ampla, à qualidade do espaço urbano de Niterói, tem como principal objetivo estimular a cultura cicloviária na cidade.

Hoje, Niterói conta com aproximadamente 30 quilômetros de malha cicloviária, dos quais 15 quilômetros foram construídos na atual gestão municipal. Até o final de 2016, está programada a duplicação dessa malha, totalizando 60 quilômetros de ciclovias, ciclofaixas e ciclorrotas distribuídas entre as diversas regiões da cidade, interligadas entre si, e a pontos de conexão com outros modais de transporte.

You may also like...