Niterói, São Gonçalo e Maricá apresentam redução de criminalidade

  •  
  •  
  •  
  •  
Segurança apresenta plano de ocupação de comunidades em Niterói.

Segurança apresenta plano de ocupação de comunidades em Niterói.

Os municípios de Niterói, São Gonçalo e Maricá apresentaram redução dos principais índices criminais, no primeiro semestre de 2015, em comparação ao mesmo período do ano passado. Dados divulgados pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) mostram que foram menos 88 casos de homicídios dolosos na região, o que representa uma queda de 32,8% no comparativo entre os acumulados de janeiro a junho de 2014 e 2015.

Os índices de roubos de veículos também apresentaram diminuição significativa: foram menos 825 casos, uma redução de 26,7%. Já a incidência de roubo de rua caiu 22,1%, com menos 1.649 vítimas.

– A redução da criminalidade na Grande Niterói foi significativa no primeiro semestre deste ano, e o destaque é a cidade de São Gonçalo. Desde o início do ano, os indicadores têm apresentado quedas progressivas, principalmente fora da capital – afirmou a presidente do ISP, Joana Monteiro.

graficoO ISP também divulgou números relativos à produtividade de policiais em Niterói, São Gonçalo e Maricá, que integram as Áreas Integradas de Segurança Pública (AISPs) 7 e 12. Na comparação com o mesmo período de 2014, cresceram, nos últimos seis meses, as apreensões de drogas (27%), de menores (29,3%) e de armas (16,5%). O número de prisões aumentou 37,2%, com mais 584 casos.

Números de todo o Estado do Rio

A queda dos índices criminais de Niterói, São Gonçalo e Maricá no primeiro semestre do ano acompanhou a tendência registrada em todo o estado do Rio de Janeiro. A redução mais significativa nos casos de homicídios dolosos ocorreu na Baixada Fluminense: foram 297 casos a menos, em relação ao mesmo período do ano anterior. O interior do estado também contribuiu expressivamente para a queda, com 201 casos a menos.

Segurança apresenta plano de ocupação de comunidades em Niterói.

Segurança apresenta plano de ocupação de comunidades em Niterói.

No acumulado do semestre, foram registrados 2.104 homicídios no estado do Rio de Janeiro, o que representa uma diminuição de 22,8%. São menos 622 mortes contabilizadas na comparação com o mesmo período do ano anterior.

No mês de junho, o estado Rio de Janeiro registrou o menor índice de homicídios dolosos em 24 anos. Foram 272 casos, número mais baixo de toda a série histórica, desde que os dados começaram a ser disponibilizados pela Polícia Civil, em 1991. O melhor resultado havia sido contabilizado em agosto de 2012, com 294 mortes.

Resumo de alguns indicadores (janeiro a junho) 2014 2015 %
Homicídio Doloso 2.726 2.101 Redução de 22,9%
Letalidade Violenta (homicídio doloso + latrocínio + lesão corporal seguida de morte + homicídio decorrente de intervenção policial) 3.115 2.548 Redução de 18,2%
Roubo de Rua (transeunte + aparelho celular + coletivo) 47.668 44.207 Redução de 7,3%
Roubo a Transeunte 40.721 35.019 Redução de 33,8%
Roubo a Estabelecimento Comercial 4.410 3.347 Redução de 24,1%
Roubo de Veículo 17.960 15.632 Redução de 13,0%
Homicídio Decorrente de Intervenção Policial 287 348 Aumento de 21,3%
Estupro 2.929 2.432 Redução de 17,0%

 

Indicadores de produtividade do trabalho policial 2014 2015 %
Apreensões de drogas 12.815 13.982 Aumento de 9,1%
Armas Apreendidas 4.375 4.692 Aumento de 7,2%
Prisões (Guia de Recolhimento de Preso) 16.131 21.319 Aumento de 32,2%
Apreensões de adolescentes (Guia de Apreensão de Adolescente Infrator) 3.607 5.312 Aumento de 47,3%

 

Por Karina Nascimento (ISP)

Atualizado às 12h42

You may also like...