Número de homicídios cresce 50% em Niterói

  •  
  •  
  •  
  •  



imagesO número de homicídios dolosos (quando há a intenção de matar) cresceu 50% em Niterói no mês de outubro deste ano, comparado com o mesmo mês de 2014. Os dados foram apresentados nesta quinta-feira (19) pelo Instituto de Segurança Pública (ISP). Foram oito mortes no ano passado contra 12 neste ano. Também houve aumento nos roubos de veículos, com 88 casos em 2014 contra 100 em outubro de 2015 (+13%) e aumento de roubo de celulares, com 36 casos ano passado e 58 neste ano (+61%). Em contrapartida, o ISP apontou redução de crimes como roubo a transeuntes (-5%), roubo a residências (-50%), coletivos (-50%) e estabelecimentos comerciais (-28%).

Sobre os homicídios, dos 12 cometidos, 10 foram na área da 78ª DP (Fonseca), que compreende os bairros da Zona Norte da cidade. Desses homicídios, quatro ocorreram mediante intervenção policial, enquanto no mesmo mês do ano anterior foi apenas um homicídio registrado na área.

Em relação às atividades policiais, houve aumento de 53% no número de ocorrências envolvendo apreensão de drogas, com 60 casos em outubro de 2014 e 92 em outubro deste ano. O crescimento também aconteceu no número de armas apreendidas, com 24 casos no ano passado e 42 neste ano (+75%).

Segundo o coronel Fernando Salema, comandante do 12º BPM (Niterói), não há como prever o aumento de homicídios.

“Não tem como prevermos a vontade humana de matar. Infelizmente é um número triste e temos que trabalhar para impedirmos que aumente. Sobre a redução de outros índices de criminalidade é por causa da ostensividade nas ruas, onde reforçamos o patrulhamento em vias onde a mancha criminal apontou maior incidência”, disse.

You may also like...