Operação do Procon descarta alimentos em restaurantes famosos do Rio e Niterói

  •  
  • 554
  •  
  •  
    554
    Shares



Fachada do restaurante Buonasera Uno, em São Francisco

Os fiscais do Procon Estadual vistoriaram 15 restaurantes famosos da Zona Sul e Oeste do Rio de Janeiro e de Niterói nesta segunda-feira (30/03). A ação da Operação Ratatouille autuou dez restaurantes. A fiscalização descartou 241kg e 485g de alimentos e 144 litros de bebidas impróprios ao consumo. Deste total, 124 kg foram encontrados somente na Churrascaria Rio Sul, que teve interditada a sua câmara frigorífica – onde estavam os alimentos impróprios ao consumo. Não foram autuados dois restaurantes em Icaraí, dois no Jardim Botânico e um no Recreio.

Na Churrascaria Rio Sul, localizada no Recreio, os fiscais descartaram 124 kg de alimentos inadequados, entre carnes, frios e pescados. Os recipientes que continham espetos prontos para churrasco estavam sujos. O ralo e lixeiras na área de manipulação encontravam-se abertos. A câmara fria foi interditada porque necessitava de troca de piso, pintura e limpeza. Os agentes deram um prazo de 15 dias para o reparo dos problemas. A churrascaria não apresentou o certificado de dedetização nem o de potabilidade da água. Também não havia no local um cartaz do Disque 151, nem um exemplar do Livro de Reclamações e do Código de Defesa do Consumidor (CDC) para consulta.

Os outros restaurantes em que havia alimentos inadequados ao consumo foram: o Restaurante Yumê, Casa Candaraí, Risata Restaurante, todos no Jardim Botânico; os restaurantes Romanella e Dona Madalena, no Recreio; e dois restaurantes em Niterói – Spetto Rio, de Icaraí, e Buonasera, em São Francisco. No Restaurante Romanella, os fiscais descartaram cerca de 75 kg de alimentos impróprios, um barril de chope claro vencido, conectado, e cerca de 8L de suco de laranja em um balde, sem especificação de produção e validade, com manipulação sem uso de luvas. A cozinha estava com péssimas condições de higiene. O número do estabelecimento que havia no Cartão do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) era diferente do número que aparecia na Nota Fiscal do restaurante e no Alvará de funcionamento. O auto de infração será encaminhado à Receita Federal para análise apropriada.

O restaurante Spetto Rio, localizado em Icaraí, Niterói, havia firmado Termo de Ajuste de Conduta (TAC) com o Ministério Público Estadual em função de autuações anteriores pelo Procon Estadual. No TAC, estabeleceu que, alimentos impróprios encontrados nas dependências do restaurante durante fiscalizações acarretarão em multa, além daquela que poderão pagar por autuação do órgão fiscalizador. Na ação de hoje, os fiscais encontraram cerca de 13kg de alimentos impróprios ao consumo entre carnes, frutos do mar, cereais, pastel e calda de chocolate. No Buonasera, em São Francisco, também em Niterói, havia 13 kg de alimentos impróprios ao consumo entre pescados carnes e frango.

Não foram encontradas irregularidades nos seguintes estabelecimentos: Confraria (Rua Nóbrega, 237) e Cantina Buongiorno(Rua Gavião Peixoto, 152), em Icaraí, Niterói; Mamma Jamma Pizzeria (Rua Saturnino de Brito, 50) e Restaurante Lorenzo (Rua Visconde de Carandaí, 2), ambos no Jardim Botânico; e O Boteco (Av. Benvindo de Novaes), no Recreio.

Balanço da Operação Ratatouille

1 – Risata Restaurante (Rua Jardim Botânico, 719): Ausência do Livro de Reclamações. No estoque seco do estabelecimento havia 1 kg de farinha de trigo vencida.

2 – Casa Carandaí (Rua Lopes Quintas, 165 – Jardim Botânico): Produtos vencidos: 19 latas de ice tea, 340 ml cada e 1kg e 900g de linguiça tipo calabresa. Sem especificação: 670 g de queijo minas.

3 – Churrascaria Estrela do Sul (Av. das Américas, 13980 – Recreio): Alimentos sem especificação encontrados na câmara frigorífica que foi interditada: 5kg de polvo; 9kg de coração; 8kg de queijo ralado; 50kg de picanha; 15 kg de fraldinha; 15kg de alcatra; 05 kg de contra filé; 2kg de queijo coalho; 15 kg de coxa/sobrecoxa de frango. Algumas carnes estavam já preparadas nos espetos dentro de vasilhas sujas. Ralo aberto na área de manipulação (churrasqueira). Lixeiras abertas cheias de lixo na área de manipulação. Azulejos quebrados na área de bar. Péssimas condições de higiene na cozinha. Câmara interditada para troca de piso, pintura e limpeza, prazo de 15 dias para reparo. Ausência do Livro de Reclamações. Ausência do CDC para consulta. Ausência do cartaz do Disque 151. Ausência do certificado de potabilidade da água. Ausência do certificado de dedetização.

4 – Restaurante Yumê (Rua Pacheco Leão, 758 – Jardim Botânico): Produto vencido: 2 kg e 075g de atum dentro da geladeira da cozinha.

5 – Banana Jack(Av. Sete de Setembro, 6 – Icaraí): Livro de Reclamações sem autenticação do Procon.

6 – Romanella (Avenida das Américas, 1382 – Recreio): Produto vencido na área de bar: um barril de 50L de Chope claro conectado. Produto sem especificação encontrados em área de bar: 7L e 5ml de suco de laranja, dentro de balde sem especificação, manipulado por vasilha em contato direto com as mãos. Uma bota (calçado) suja em cima do refrigerador de bebidas na área de bar. Ralo sem vedação na área de bar. Produtos sem especificação na câmara fria: 7 kg de salmão em contato direto com recipiente de plástico; 14 kg e 500g de frango em contato direto com recipiente de plástico; 11 kg de bacalhau; 2 kg de lasanha; 10kg de massas. Produtos sem especificação oriundos da sobra do buffet encontrados no freezer em uma área de transição entre cozinha e câmaras: 6kg de hot filadélfia; 15kg de frios; 8kg de carnes; 3kg de palmito. Área de cozinha em péssimas condições de higiene, inclusive com mochilas sobre alimentos. Número do CNPJ diferente na nota fiscal e no alvará de funcionamento. Ausência do Livro de Reclamações. Ausência do CDC para consulta. Ausência do Disque 151. Ausência do certificado de potabilidade. Ausência do certificado de dedetização.

7 -Spetto Rio (Rua Leandro Mota, 140 – Icaraí): Produtos vencidos: 2 kg de linguiça, 2 kg de pastel, 2 kg de filet mignon, 1 kg e 500g de lula, 500 gramas de salsicha e 500 gramas de picanha. Sem especificação: 1 kg de pastel, 400 gramas deespeto de carne, 1 litro de feijão, 1 kg de arroz, 300gramas de calda chocolate e 1 kg de farofa. Estabelecimento descumpriu Termo de Ajustamento de Conduta firmado com o Ministério Público que acordava que para cada tipo de alimento encontrado, incidiria multa de mil reais, sem prejuízo da autuação e multa pelo Procon-RJ.

8 – Buonasera (Rua Araribóia, 253- São Francisco): Vencidos: 400 gramas muçarela de búfala, 700 gramas de medalhão salmão, 300 gramas de camarão pitu, 100 gramas de panacota, 300 gramas frango empanado, 1 kg apara mignon, 700 gramas de frango e 2 kg delula. Sem especificação: 1 kg casca camarão, 1 kg e 400g de filet salmão, 2 kg filet peixe, 2 kg e 500g apara de carne e 600 gramas de filet peito.

9 – Nosso Bar(Av. Almirante Tamandaré, 360 – Piratininga): Ausência do Livro de Reclamações.

10 – Dona Madalena (Rua Roberval Cordeiro de Farias, 380 – Recreio): Um barril de 50L de Chope claro conectado, e um barril de 30L de Chope escuro, conectado, vencidos. Produto sem especificação encontrados em geladeira da cozinha:826g de espetinho de camarão, 800ml de leite, 300g de alcaparra, 800g de Cogumelo, 64g de ervilha, 1kg de catupiry, 3kg de palmito, 700g de Gorgonzola, 2kg e 300g de molho tártaro. Produtos vencidos encontrados na geladeira da cozinha: 250 ml de leite de coco e 900g de molho ceasar.

You may also like...