Operação integrada combate o crime no Viradouro

  •  
  • 2
  •  
  •  
    2
    Shares

Nesta sexta-feira (16) aconteceu uma ação integrada das forças de segurança – Polícias Militar e Civil e Guarda Municipal – no combate à criminalidade na cidade: o Complexo do Viradouro foi alvo da inédita operação conjunta formada por 60 PMs, 32 guardas municipais e 15 policiais civis. A ação ocorre na mesma semana em que o prefeito Rodrigo Neves garantiu mais uma vez a destinação de R$ 10 milhões para ajudar o estado no combate à violência na cidade. O  convênio de cooperação técnica com a Secretaria estadual de Segurança Pública será assinado nos próximos dias.

Na operação de hoje, cada força de segurança trabalhou dentro de suas atribuições, com a PM atuando no confronto com traficantes; a Polícia Civil, no cumprimento de mandados de prisão; e a Guarda Municipal, no bloqueio de trânsito, para orientar moradores e transeuntes a evitarem o local. A ação contou com integrantes do 12º e do 7º Batalhões de Polícia Militar, da 78ª DP (Fonseca), da 77ª DP (Icaraí) e da 76ª DP (Centro). Além disso, houve auxílio dos serviços de inteligência da Polícia Federal e de todas as forças de segurança envolvidas.

Após esse primeiro esforço conjunto, autoridades fizeram um balanço da atuação no Viradouro, em que um menor foi apreendido com uma pistola 9 milímetros, drogas e um radiotransmissor. Segundo Gilson Chagas, secretário de Ordem Pública de Niterói, a prefeitura está promovendo todos os esforços para ajudar o estado nas atuações relacionadas à segurança pública, com inúmeras reuniões de trabalho sendo realizadas para a elaboração de novas estratégias e troca de informações. Segundo ele, nesta sexta-feira foi dado mais um passo, com a operação integrada acontecendo em terreno externo.

“Hoje a Polícia Militar ocupou as principais vielas, a Polícia Civil fez buscas e também participou da incursão, e a Guarda Municipal realizou bloqueio e desvio de trânsito, somando forças para trazer uma maior segurança para a população de Niterói. Nas próximas semanas, ocorrerão também ações também no asfalto. Teremos blitzen, com a PM fazendo as abordagens dos veículos suspeitos e a Guarda Municipal auxiliando no desvio de trânsito e na sinalização desses veículos. Nós vamos intensificar essas ações agora no final de ano, mas a ideia é que elas sejam cada vez mais frequentes durante o próximo período”, completou Chagas.

O comandante do 12º BPM, coronel Márcio Rocha, enfatizou que a operação integrada de hoje é de extrema importância. Segundo ele, é o início de uma filosofia e doutrina de polícia de proximidade por parte da PM, que se aproxima da comunidade, da Polícia Civil e dos demais órgãos de interesse da segurança pública, a fim de que juntos possam alcançar os objetivos que são comuns.

“Essa é uma primeira iniciativa e uma primeira ação. A proposta é que nós avancemos cada vez mais e possamos ter melhores resultados. A Guarda ajudou, desviando o trânsito, orientando moradores e evitando a passagem de ônibus. Foram ações momentâneas, mas que preservam moradores. Nas redes sociais, também alertamos, tão logo começou a operação, que seria bom evitar esses  locais para a preservação de vidas em caso de confronto. Toda vez que nós agirmos de forma integrada, podemos alcançar melhores resultados”, disse o comandante do 12º BPM.

Durante o mês de dezembro, também está sendo realizada a Operação Papai Noel nos principais corredores de compras da cidade, envolvendo 70 policiais militares e 30 guardas municipais.

“A Polícia Civil está somando forças com a PM, a Guarda Municipal, a Prefeitura de Niterói, e, neste primeiro ato, nós atuamos com objetivo de cumprir mandados de prisão na comunidade do Viradouro e fazer serviços de inteligência naquela comunidade. Continuaremos com essa política para dar maior sensação de segurança à  sociedade”, afirmou o inspetor Vargas, chefe de investigação da 77 DP em Icaraí.

You may also like...