Ortopedistas do Rio fazem campanha para alertar foliões

  •  
  • 5
  •  
  •  
    5
    Shares

ortopediaTrês segundos sem atenção são suficientes para que um motorista cause um acidente fatal. Quatro segundos é o tempo que um motorista leva, em média, para ler ou digitar uma mensagem no celular – ato que é hoje um dos principais causadores de vítimas graves e fatais no trânsito.

Atenta à gravidade do assunto, a Sociedade Brasileira de Ortopedia do Rio de Janeiro (SBOT-RJ), lança a sexta edição da campanha “Folia Sem Trauma – Não faça deste o seu último Carnaval” com o tema “SE DIRIGIR, NÃO DIGITE. Nenhuma mensagem vale mais que a sua vida”, sugerindo que os motoristas não leiam e não enviem mensagens de texto enquanto estão dirigindo.

“No período do Carnaval, o número de atendimentos e de cirurgias de emergência aumentam em cerca de 15% nos hospitais de urgência no estado do Rio, e na grande maioria dos casos os pacientes são vítimas politraumatizadas em acidentes no trânsito, com sérias lesões músculo-esqueléticas que se desdobram em anos de tratamento, quando não as mutilam ou incapacitam de forma permanente”, explica Dr. Marcos Giordano, presidente da SBOT-RJ, destacando que a meta da entidade, que representa os ortopedistas do Estado, é impactar cada vez mais pessoas com ações educativas e conscientização.

Em 2015, foram aplicadas pelo Detran RJ mais de 80 mil multas sob a infração “dirigir veículo utilizando telefone celular”. Isso quer dizer que a cada 1 hora, 10 pessoas, em média, foram multadas no Estado por consequência desta infração.

Durante os dias de folia de 2015 foram registrados pela Polícia Rodoviário Federal 2.785 acidentes de trânsito no Brasil, com 120 mortos e 1.786 feridos nas rodovias federais.

“Nosso desafio este ano é atentar a população para o perigo de dirigir e digitar. Se dirigir e falar ao telefone é ruim, digitar e dirigir é ainda mais perigoso, pois o déficit de atenção é muito maior. Precisamos ser uma voz na cabeça das pessoas, alertando sempre”, considera Dr. Marcos Britto, diretor da Comissão de Comunicação e Marketing da SBOT-RJ.

Para potencializar a divulgação do tema, a SBOT-RJ, em conjunto com a Companhia de Engenharia de Tráfego do Rio de Janeiro – CET Rio (Prefeitura do Rio), vai distribuir material promocional da campanha na orla do Rio na semana do Carnaval e na Marquês de Sapucaí nos dias de desfile.

Alguns dados relevantes:

• Ler ou digitar mensagens de texto no celular enquanto dirige aumenta em 23 vezes o risco de acidente (Fonte: Departamento de Transporte dos EUA)

• Carnaval 2015 = 2.785 acidentes de trânsito no Brasil, com 120 mortos e 1.786 feridos nas rodovias federais. (Fonte: Polícia Rodoviária Federal)

• Mais de 80 mil multas por “dirigir veículo utilizando telefone celular” no Rio de Janeiro, em 2015: a cada 1 hora, 10 pessoas foram multadas por esta infração no Estado. (Fonte: Detran RJ)

• Aumento de 15% na demanda de cirurgias de urgência e emergência nos hospitais estaduais e municipais do Rio durante os dias de folia (Fonte: Secretaria de Estado de Saúde RJ)

You may also like...