Polícia no Rio cumpre mandados de prisão de suspeitos de envolvimento em estupro

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
suspeitos1

Polícia divulga imagem de suspeitos de estupro coletivo no Rio. Da esquerda para a direita, Raphael Belo, Marcelo Correa e Sergio Luiz da Silva Junior (Foto: Divulgação/Polícia Civil do RJ)

A Polícia Civil do Rio de Janeiro deflagrou uma operação na manhã de hoje (30) para cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão que fazem parte da investigação do caso de estupro coletivo denunciado por uma adolescente de 16 anos na semana passada.

Policiais da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima conduzem a operação – coordenados pela delegada titular Cristiana Onorato e pelo diretor do Departamento Geral de Polícia Especializada, Ronaldo de Oliveira.

wmrsO caso ganhou repercussão nacional e internacional depois que vídeos e fotos expondo a adolescente circularam nas redes sociais. A jovem afirma que foi vítima de um estupro coletivo e que mais de 30 homens participaram do ato.

No fim de semana, a Polícia Militar realizou operações no Morro São José Operário, onde a vítima denuncia que o crime ocorreu.

Hoje, às 14 horas, a polícia reunirá novamente a imprensa para divulgar mais informações sobre as investigações.

Laudo não aponta indício de violência

O laudo da perícia do caso de estupro coletivo da jovem de 16 anos no Rio diz que a demora da vítima em acionar a polícia e fazer o exame foi determinante para que não fossem encontrados indícios de violência, como antecipou o Bom Dia Rio nesta segunda-feira (30). Ela foi examinada quatro dias após o crime.

Além do exame de corpo de delito, a polícia também fez uma perícia no vídeo que foi divulgado nas redes sociais, no qual a jovem aparece desacordada. Os resultados das análises serão informados nesta segunda pelos investigadores.

suspeitos2

Polícia divulga imagem de suspeitos de estupro coletivo no Rio. Da esquerda para a direita, Raí de Souza, Lucas Santos e Michel Brasil da Silva (Foto: Divulgação/Polícia Civil do RJ)

 

You may also like...

Deixe uma resposta