Policiais do 12º BPM ameaçam não ir ao trabalho por falta de dinheiro para o transporte

  •  
  •  
  •  
  •  

Policiais militares do Rio de Janeiro estariam ameaçando não ir ao trabalho por falta de recursos para o transporte até os batalhões. PMs do 12º BPM (Niterói), já conversaram na manhã deste sábado com o comandante da unidade, Márcio Rocha, para discutir a questão da falta de pagamento. A reunião foi realizada após uma carta ser publicada em redes sociais em que um PM afirma não ter recursos para pagar pela condução. Na carta, o policial afirma que irá se reportar ao batalhão mais próximo de sua residência — no caso o 9º BPM (Rocha Miranda). Segundo PMs ouvidos pela reportagem, policiais de outros batalhões estariam pensando em fazer o mesmo.

O comandante do 12º BPM afirma que até o momento não houve faltas registradas por conta da falta de pagamento. Segundo ele, a reunião foi convocada para tranquilizar os oficiais.

— Todos estão trabalhando normalmente, não há qualquer problema. Tivemos uma reunião entre nós para ouvir a tropa, que está ansiosa, como qualquer outro servidor. Estão angustiados por não ter recebido até agora o pagamento de dezembro. Então, como líder, conversei com eles para tranquilizá-los, até por orientação do comando. É uma insegurança de todo servidor, é natural. Mas não há nenhuma falta no serviço.

— O comandante geral tem se empenhado para que a nossa situação seja garantida. O objetivo do comando da PM tem sido de que até o décimo dia útil do mês a gente receba os nossos pagamentos ao longo de todo o ano de 2017, e de que até 20 de janeiro seja pago o 13º salário.

Com informações de O Globo

You may also like...