Procon Estadual autua nove restaurantes portugueses no Rio e em Niterói

  •  
  • 5
  •  
  •  
    5
    Shares

grutaO Procon Estadual realizou nesta terça-feira (06/12), a primeira ação da Operação Terra à Vista. O objetivo é vistoriar restaurantes especializados em comida portuguesa. Os fiscais estiveram no Rio e em Niterói. Foram fiscalizados 14 restaurantes e nove deles foram autuados. Ao todo foram descartados 34kg e 800g de produtos impróprios ao consumo.

No Adega Villas Boas, localizado na Rua Santa Luzia, 486, no Centro do Rio, os fiscais descartaram 11kg e 500g de produtos entre vencidos e sem especificação do prazo do validade. Havia fermento, galeto, frios, molho e barriga de porco, além de nove litros de chope. Já no Rei do Bacalhau, do Shopping Boulevard Rio, dentre os produtos vencidos havia 500g de molho de camarão e 1kg de molho tártaro.

Entre os produtos sem especificação de vencimento havia 2kg e 800g de frios e sete unidades de pastel de Belém. Ambos não apresentaram os certificados de potabilidade da água nem de dedetização e também não havia nos locais o cartaz do Disque 180 (telefone de denúncia de violência contra a mulher).

Em Niterói, os fiscais descartaram 850g de tomate seco e 1kg e 400g de alcaparras vencidos no restaurante Gruta de Santo Antônio, localizado na Rua Silva Jardim, 148, no Centro.

Não foram encontradas irregularidades nos seguintes estabelecimentos: Rei do Bacalhau (Praça Comandante Xavier Brito, 10 – Tijuca); Adegão Português (Rua Barão da Torre, 248 – Ipanema); Restaurante Seu Antônio (Rua Dr. Heleno de Gregório, 312 – Niterói); Adegão Português (Campo de São Cristóvão, 212 – São Cristóvão); Santa Justa (Rua Ataulfo de Paiva, 270 – Leblon).

Balanço da Operação Terra à Vista

1 – Adega Villas Boas (Rua Santa Luzia, 486 – Centro): Produtos vencidos: 350 ml de soda; 350 g de fermento; 9 litros de chope. Produtos sem especificação: 1kg e 100g de presunto; 500 g de maionese; 1kg e 400g de queijo; 2kg e 500g de molho de camarão; 1kg e 500g de galeto temperado; 4kg e 200g de barriga de porco. Ausência de certificado de potabilidade da água. Ausência do certificado de dedetização. Ausência de cartaz 180 (violência contra a mulher).

2 – Marisqueiro (Rua Barata Ribeiro, 232 – Copacabana): Sem especificação: 2kg de camarão; 3kg de peixe; 600g de lula; 500g de polvo; 1kg e 500g de maionese. Ausência de certificado de potabilidade da água. Determinada a limpeza da caixa d’água em 24h e posterior apresentação de documento no prazo legal. Ausência de alvará de funcionamento. Cozinha com ralos abertos.

alfaia3 – Alfaia (Rua Inhangá, 30b loja – Copacabana): Certificado de dedetização vencido em 27/11/16. Determinado o serviço imediato e a posterior apresentação do documento em até 15 dias.

4 – Gruta de Santo Antônio (Rua Silva Jardim, 148 – Centro/ Niterói): Produtos vencidos: 850g de tomate seco; 1kg e 400g de alcaparras.

5 – Rancho português (Rua Maria Quitéria, 136 – Ipanema): Lixeira quebrada, sustentada por garrafa pet. Ausência de cartaz 180 (violência contra a mulher).

6 – Rei do Bacalhau (Shopping Boulevard Rio): Produtos vencidos: 500g de molho de camarão; 1kg de molho tártaro. Produtos sem especificação: 2kg e 300g de presunto; 300 g de queijo; 200 g de requeijão; 7 unidades (60g cada) de pastel de Belém. Ausência do certificado de dedetização. Ausência do certificado de potabilidade da água. Ausência de cartaz 180 (violência contra a mulher).

7 – Gruta São Sebastião (Rua Capitão Felix, 110 – Cadeg): Ausência do Certificado de potabilidade da água. Ausência do certificado de dedetização.
8 – Antiquarius (Rua Aristides Espínola, 19 – Leblon): Sem especificações: 570 g arroz cozido. Encontrados câmara vencidos: 1kg e 100g de presunto; 1 kg de carpaccio.

9 – Cidade do Porto (Campo de São Cristóvão, 254 – São Cristóvão): Vencidos: 680g de bacalhau; 895g de Lula; 70g de camarão. Sem especificação: 350g de macarrão; 2kg de queijo minas; 2kg de picanha. Ausência do cartaz do Livro de Reclamações. Ausência do Certificado de potabilidade da água. Ausência de cartaz 180 (violência contra a mulher). Ausência do cartaz sobre disponibilidade de água filtrada gratuita.

You may also like...