Rio do Ouro recebe ação de combate à Dengue

  •  
  •  
  •  
  •  

dengue sg2Na próxima quarta-feira, dia 09, às 9h, a Vigilância Ambiental de São Gonçalo, órgão da Secretaria Municipal de Saúde responsável pelo combate à Dengue, promove uma nova ação na cidade para eliminar os focos do Aedes Aegypti, mosquito transmissor da doença. Desta vez, a comunidade visitada será a do Rio do Ouro. Os agentes se reunirão em frente ao Polo de Saúde do bairro e de lá seguem para visitar casas e comércios locais. Nesta terça-feira (08/12), o prefeito Neilton Mulim participa ao lado do governador Luiz Fernando Pezão, no Palácio Guanabara, do lançamento da campanha “10 Minutos Salvam Vidas”.

O diretor de vigilância ambiental, Jorge Luiz de Oliveira Silva, explica que a escolha do Rio do Ouro para a ação levou em conta dados do Levantamento de Índice Rápido para o Aedes Aegypti (LIRAa), usado periodicamente pelos municípios do Estado do Rio de Janeiro para medir os níveis de infestação. Ainda de acordo com Oliveira Silva, o trabalho que será realizado no Rio do Ouro segue a proposta da Campanha de combate ao Aedes Aegypti que será lançada nesta terça-feira (08/12), às 10h, no Palácio Guanabara pela Secretaria de Estado de Saúde.

Com o slogan “10 minutos salvam Vidas”, a campanha do Governo do Estado visa conscientizar a população sobre a importância de adotar medidas para eliminar os focos do mosquito dentro de casa e fazer disso uma rotina. De acordo com dados da Secretaria de Estado de Saúde, o ciclo de vida do Aedes Aegypti – do ovo até a fase adulta – vai de 7 a 10 dias e, se a verificação e a eliminação dos criadouros ocorrem semanalmente, é possível interromper o ciclo e evitar o nascimento dos novos mosquitos.

dengue sgNo Rio do Ouro, além da eliminação dos focos do Aedes, que também pode transmitir a Zica e a Chikungunya, haverá visitas domiciliares para combate a roedores. A Secretaria de Saúde de São Gonçalo prevê ainda a realização de treinamentos com profissionais de saúde das unidades do município para orientar sobre a Dengue, Zica e a Chikungunya, procedimentos a serem adotados, diagnósticos e triagem na recepção dos pacientes com suspeita das doenças, sobretudo gestantes.

A secretaria também realiza ações com o carro fumacê em locais onde há epidemia comprovada da doença. E, toda vez que o setor de epidemiologia do município aponta para um aumento de casos em determinada área, são realizadas ações para eliminação de focos e tratamento com os agentes equipados com máquina costal.

You may also like...