Rap e Cidadania pedem passagem na VI edição do Sarau Alternativo

  •  
  • 20
  •  
  •  
    20
    Shares

Rhavanna no sarauA Zona Sul de Niterói ganhou um cenário inusitado na noite do último sábado durante a VI edição do Sarau Alternativo. A calçada da Avenida Roberto Silveira, em Icaraí, deu espaço para reflexões em forma de rap, regadas a prática de skate, muita criatividade lírica e musical. Isso tudo aconteceu em meio a ações solidárias como a arrecadação de brinquedos destinados a abrigos da cidade na ocasião do Dia das Crianças, comemorado no próximo dia 12.

Para o rapper e MC Big Eddy, a proposta do evento vai ao encontro do que é o Rap em sua concepção. Ele define o segmento musical como a junção de mais de uma manifestação artística.

“Rap é ritmo e poesia. Não existe um sem outro”, sentenciou Big Eddy ao lado dos MCs Libra e Siggy, interagindo com o público e pedindo temas para improvisos musicais.

No Palco Livre, local onde visitantes ganham a oportunidade de mostrar seus trabalhos, apresentaram-se a escritora Marcella Brito, o cantor Thiago Mégre, a banda Pessoas Como Nós, a dupla musical Louise Hug e André Rangel e o músico Josael Guimarães (Ex- Unidade Punho Forte e atual Resistentes Reggae). O line up do VI Sarau Alternativo contou ainda com as performances de Leandro Tavares que, na próxima edição, lançará seu EP de canções autorais, Iuri Salvador com stand up comedy e os trabalhos musicais de Bruna Mendez e das Bandas Nayah e Rhavana.

De acordo com o baterista Vinnie Bernacchi, da Banda Rhavana, os artistas de Niterói precisam de mais oportunidades para a mostra de composições autorais.  Ele afirma que ainda é preciso muito estímulo para que ocorra uma mudança em relação à expressão cultural na cidade.

“O Sarau segue a lógica inversa do que acontece na noite de Niterói em bares e boates onde os músicos são quase obrigados a tocar covers. No Sarau, valoriza-se o trabalho autoral. Poucos lugares têm esta “coragem”. Parabéns aos idealizadores e colaboradores e continuem o trabalho. Só assim poderemos resgatar uma cena cultural na cidade”, concluiu Vinnie.

Para quem não sabe, o Sarau Alternativo é gratuito e acontece no último sábado de cada mês, em frente ao The Kings Tattoo, no número 97 da Avenida Roberto Silveira, em Icaraí. A ideia é promover a mostra de novos talentos na cidade que, segundo músicos de diversas áreas, ainda carece de incentivos no meio artístico.

Quanto à coleta de brinquedos, a doação continua até o dia 9 de outubro nas filiais do The Kings Tattoo nos endereços: Avenida Sete de Setembro, 97, loja 7, Icaraí, e Rua Antônio Grilo, 44, loja 4, Alcântara.

[foogallery id=”221″]

You may also like...