Guardas municipais de Itaboraí são capacitados para operar ônibus de videomonitoramento

  •  
  • 5
  •  
  •  
    5
    Shares

guardas itaAo todo, 17 guardas municipais de Itaboraí receberam, nesta sexta-feira (02/10), o certificado de conclusão do curso de capacitação para trabalhar no ônibus de videomonitoramento que a Prefeitura recebeu do Governo Federal através do programa Crack, É Possível Vencer.

O veículo, que estará na Escola Municipal Professora Marly Cid de Almeida Abreu para acompanhar o processo de escolha para o Conselho Tutelar no próximo domingo (04/10), já realiza operações na cidade, permanecendo ao menos duas vezes na semana no Centro de Manilha para auxiliar na observação do trânsito.

“De nada adiantaria recebermos a viatura sem capacitar nossos profissionais para a utilizarem da melhor maneira. Vamos buscar, também, apoio do 35º Batalhão da Polícia Militar para que possamos agilizar nossas operações em conjunto”, disse Rodrigo Barreto, secretário municipal de Segurança e Defesa Civil.

O ônibus conta com sete câmeras, sendo seis fixas e uma PTZ que se eleva a até nove metros de altura, oferecendo visão de 360 graus em um alcance de 500 metros. Além disso, a base é capaz de receber o sinal de três filmadoras em um raio de até 3 km, que a Prefeitura pretende expandir para 45 km, com a aquisição de uma nova antena e, com isso, passará a ter à disposição imagens geradas por 32 novas câmeras que ainda serão instaladas.

“Meu objetivo foi capacitá-los para operar o equipamento, fazendo com que os 17 estejam aptos a multiplicar o conhecimento para os demais”, disse João Carlos Macedo, instrutor do curso, que teve a duração de dois dias, com foco na manutenção e funcionamento da parte mecânica do ônibus. Posteriormente, os guardas passarão por outra capacitação com foco na área de tecnologia.

Em 2015, também através do programa Crack, É Possível Vencer, o município já recebeu dois carros Volkswagen Voyage e duas motocicletas Honda XRE 300. No ônibus, os profissionais de plantão terão à disposição bebedouro, microondas, ar-condicionado e banheiro, com todos os equipamentos contendo selos de baixo gasto de energia elétrica.

“O curso foi muito produtivo. É sempre bom agregar valor à Guarda para servirmos melhor à cidade”, disse Anderson Araújo, que concluiu a capacitação.

Até o fim deste ano, estão previstos para chegar, ainda, 50 sparks (dispositivos elétricos não letais) e 150 espargidores de pimenta.

Crack, É Possível Vencer

Além dos equipamentos, 51 guardas municipais de Itaboraí foram capacitados para atuar no enfrentamento ao crack e às outras drogas. Em setembro de 2014, os profissionais concluíram o curso que contou com tópicos especiais em policiamento, polícia comunitária e abordagem com utilização de armas não letais.

You may also like...