Itaprevi qualifica servidores para obterem certificação de investimento

  •  
  •  
  •  
  •  

Funcionários do Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores do Município de Itaboraí (Itaprevi) concluíram, nesta quinta-feira, curso preparatório para a prova de Certificação Profissional da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais – Anbima (CPA10). Dezesseis servidores do órgão participaram das aulas ministradas pela consultor Marcus Vinícius Silva, pós-graduado em Gestão Financeira com ênfase em Mercado de Capitais pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Foram três dias de curso realizado na Faculdade Itaboraí.

O consultor Marcus Vinícius Silva destaca a importância do curso.

“Quem administra os investimentos de aposentados e pensionistas precisa ter o mínimo de conhecimento do mercado financeiro. Este tipo de qualificação teve início pelo setor bancário e hoje 85% do quadro de funcionários dos bancos, que tem contato com os clientes, são obrigados a ter o CPA10. Afinal, quando mais olhos para tomar uma decisão melhor. O Ministério da Previdência gostou da ideia e resolveu encampar a medida determinando a capacitação para os institutos de previdência”, informa Silva.

Segundo Erica Saraiva, presidente do Itaprevi, apenas dois dos cinco membros do comitê de investimento do Instituto não têm o CPA10.
“Nossa meta é dar continuidade à qualificação de nossos funcionários. O próximo curso será o módulo CPA20”, informa a presidente do Itaprevi, destacando o apoio que teve da Faculdade Itaboraí, que cedeu gratuitamente a sala para o curso. “Foi de extrema valia a colaboração da faculdade. Afinal, ainda não temos um espaço como esse para a capacitação dos funcionários. No entanto, com a inauguração de nossa sede própria, no segundo semestre do ano que vem, não precisaremos mais pegar salas emprestadas para nossos cursos”, acrescenta.

Patrimônio líquido

O Itaprevi acumula atualmente R$ 120 milhões de patrimônio líquido.

“É um número significativo. É muito difícil um instituto de previdência municipal atingir um valor como este. Há grandes cidades no país que não conseguem um patrimônio financeiro do porte que o Itaprevi tem hoje”, ressalta Marcus Vinícius.

You may also like...