Programa Família Acolhedora realiza reunião da “Rede Acolher”

  •  
  •  
  •  
  •  

Reuniao Rede a Colher SN (5)O programa Família Acolhedora realizou, essa semana, mais uma reunião da “Rede Acolher” com as famílias que integram o programa. Administrado pela secretaria de Desenvolvimento Social, Habitação e Infância e Adolescência, o serviço faz com que as pessoas acolham crianças de zero a seis anos que foram afastadas da família por medida de proteção. O encontro aconteceu no auditório do prédio anexo da Prefeitura, em Alcântara. O programa no município tem a capacidade de acolher 10 crianças.

Para a secretária da pasta, Ana Cristina da Silva, esse é um programa muito importante para o município e os encontros são realizados mensalmente para que os integrantes possam trocar experiências, discutir os últimos acolhimentos e dar boas vindas para os novos acolhedores.

“Uma criança que sai do seu convívio familiar, onde convivem maus-tratos e negligência, passa a receber carinho e atenção de uma família. Para ser uma família acolhedora é necessário que a família se cadastre e passe por uma avaliação, para saber se tem realmente condições de abrigar uma criança em sua casa. O município dá todo suporte e apoio técnico para família, assumindo a alimentação, remédios, entre outros.”, declarou.

O Família Acolhedora é um serviço que oferece respostas mais humanas e personalizadas de atendimento a crianças que, temporariamente, precisa ficar afastadas de sua família de origem. Assim, a Família Acolhedora se torna uma medida de proteção e defesa ao direito de convivência familiar e comunitária. O serviço é responsável por selecionar, capacitar, cadastrar e acompanhar as famílias acolhedoras, bem como realizar o acompanhamento da criança acolhida, assim como as famílias de origem (pai e mãe) e extensa (tios, avós).

“O encontro teve como objetivo dar boas-vindas aos novos casais que abriram o coração para esses pequenos. Mais três novos casais e um solteiro fazem parte dessa família, que é o programa Família Acolhedora”, explicou a assistente social do programa, Natalia Silva Figueiredo, durante o encontro.

Como participar

Para fazer parte do Família Acolhedora é preciso ter idade mínima de 18 anos, concordância de todos os membros da família; comparecer na sede da secretaria munido de documentos pessoais; não possuir antecedentes criminais; não ter interesse em adoção e ter disponibilidade de tempo e interesse em oferecer proteção e apoio à crianças.

O serviço funciona na Rua Uriscina Vargas, nº 36, no bairro Alcântara. O horário de atendimento é das 9h às 17h. Mais informações pelo telefone (21) 3719-2473.

You may also like...