Rio tem esquemas especiais para estradas e rodoviária no fim de ano

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

rodoviaria_novo_rio__122A Secretaria Estadual de Transportes do Rio de Janeiro deu início hoje (23) à Operação Boas Festas, que vai reforçar a fiscalização na Rodoviária Novo Rio e irá disponibilizar linhas extras de ônibus para quem vai deixar a região metropolitana a partir dos terminais de Campo Grande, Nilópolis e Nova Iguaçu.

Os ônibus farão o trajeto pelo Arco Metropolitano, reduzindo o tempo de viagem e os impactos no trânsito na Avenida Brasil e na Ponte Rio-Niterói. Com isso, passageiros da zona oeste do Rio e da Baixada Fluminense não precisarão se deslocar até a Rodoviária Novo Rio e estima-se redução de aproximadamente uma hora no tempo de deslocamento dos passageiros com destino à Região dos Lagos, Costa Verde e região serrana.

“Sem dúvida nenhuma as estradas estarão movimentadas. Por isso também recomendamos aos motoristas que tenham muita cautela e paciência, além de aconselhar os moradores da Baixada Fluminense e da zona oeste a utilizarem essas alternativas, já que as passagens estão sendo vendidas, tanto no terminal rodoviário de Campo Grande, como nos terminais de Nilópolis e Nova Iguaçu para evitar os congestionamentos que, nesta época do ano, são quase inevitáveis”, disse o secretário estadual de Transportes, Carlos Roberto Osório.

Segundo Osório, o fluxo deverá ser maior hoje à noite e amanhã (24), pela manhã.

A estimativa é que cerca de 620 mil pessoas passem pela Rodoviária Novo Rio durante as festas de fim de ano. Estão programadas mais de 4 mil partidas extras para atender à demanda. Os destinos mais procurados são as cidades das regiões dos Lagos, Serrana e Costa Verde A operação para coibir o transporte irregular de passageiros se estenderá até o dia 3 de janeiro.

Saiba Mais
Ponte Rio-Niterói deve receber 1,8 milhão de carros no fim do ano

Estradas

Nas estradas, a Polícia Rodoviária Federal recomenda aos motorsitas que redobrem a atenção na BR-101, na altura do município de Serra (ES) e de São José (SC), considerados os trechos mais perigosos. Não há trechos de estradas que cortam o Rio de Janeiro entre os 10 mais perigosos, segundo a polícia.

A concessionária Ecoponte, que administra a ponte Rio-Niterói, calcula que cerca de 1,8 milhão de veículos atravessem a via do dia 23 de dezembro até 4 de janeiro, por causa das festas de final de ano. Na semana do Natal, o pico deve ocorrer hoje. A previsão é que aproximadamente 88 mil veículos seguirão em direção a Niterói e às praias da Região dos Lagos. Para a semana do Ano Novo, o maior movimento deverá ocorrer no dia 30, quando 91 mil veículos cruzarão a ponte.

No retorno, os dias com maior movimento deverão ser domingo (3/01) e segunda (4/01). A concessionária recomenda que os motoristas verifiquem as condições do tráfego na ponte nesses dias. A concessionária disponibiliza as informações no aplicativo do Grupo EcoRodovias, que pode ser acessado por smartphone, em seu perfil no Twitter (@_ecoponte) e no site www.ecoponte.com.br.

A Rodovia Rio-Juiz de Fora (BR-040) vai operar em esquema especial nas festas de fim de ano. A Companhia de Concessão Rodoviária Juiz de Fora-Rio (Concer), que administra 180,4 quilômetros da rodovia, estima que 582,7 mil veículos passarão pela estrada.

Na Rodovia Presidente Dutra, o tráfego deve aumentar entre os dias 23 e 27 de dezembro, com cerca de 290 mil veículos deixando a capital paulista e 200 mil veículos do Rio de Janeiro.

A CCR ViaLagos, empresa responsável pela Rodovia dos Lagos (RJ-124), que liga Rio Bonito a São Pedro da Aldeia, passando por Araruama e Iguaba Grande, estima a passagem de 148 mil veículos pela estrada a partir de hoje (23) até segunda-feira (28). Para o Ano-Novo, a previsão é de tráfego bem mais intenso, com 283 mil veículos, entre os dias 29 de dezembro e 4 de janeiro.

Leia também

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *