Brasil é ouro no Taekwondo em competição no Egito

  •  
  • 65
  •  
  •  
    65
    Shares



iris

A atleta brasileira de taekwondo Íris Tang Sing começou bem sua preparação internacional para as Olimpíadas 2016. Após a conquista de uma medalha de prata em Dubai, semana passada, neste sábado ela conquistou o ouro no Luxor Open, no Egito, categoria até 49kg, batendo na final a jordaniana Bana Daraghmi. A competição reuniu oito lutadoras, entre elas algumas que disputam vaga nos Jogos Olímpicos.

“Em Dubai e também aqui, no Egito, nosso objetivo era apenas lutar bem. Cumprimos, e ainda levamos duas medalhas para casa. É um bom começo, mas ainda há muito o que treinar para as Olimpíadas”, disse a lutadora, ao lado de seu treinador, Diego Ribeiro.

Íris foi a primeira brasileira do taekwondo a se classificar para as Olimpíadas 2016. Diferentemente das outras atletas do país, ela não precisou disputar as seletivas nacionais. A 8ª colocação no ranking olímpico no fim de 2015 garantiu a vaga. Hoje, a atleta ocupa a 5ª posição.

O retorno de Íris ao Brasil acontece na próxima quarta-feira, para a retomada dos treinos. Em março, ela viaja novamente, para treinar na Coreia. A atleta só volta a competir no fim de junho. Até o início das competições nos Jogos, serão pelo menos mais duas competições internacionais.

Celeiro de atletas

Íris Tang Sing tem 25 anos e mora em Itaboraí, no distrito de Porto das Caixas, Região Metropolitana do Rio, onde começou a careira e treina até hoje, ao lado do treinador Diego Ribeiro. A dupla comanda um projeto social mantido em conjunto com a Prefeitura, com aulas gratuitas de taekwondo para cerca de 70 crianças de escolas públicas municipais.

Itaboraí vem se firmando como um celeiro do taekwondo nacional. Além de Íris, a cidade já conta mais dois atletas na Seleção Brasileira, e outros que conquistaram títulos nacionais e estaduais em diversas categorias, todos treinados por Diego Ribeiro, também da cidade e que se destaca entre os principais treinadores do país.

You may also like...