Itaboraí realiza testes gratuitos de glicose e aferição de pressão nesta sexta-feira

  •  
  •  
  •  
  •  

Servidora do município tem a pressão aferida - Foto Sandro GironA Prefeitura de Itaboraí realiza, nesta sexta-feira (14), testes de glicose, aferição de pressão arterial e avaliação nutricional para comemorar o Dia Mundial contra o Diabetes. Uma grande tenda será montada na Praça Alarico Antunes, no centro da cidade, das 8h às 17h, para que 50 profissionais de saúde possam atender e informar a população sobre esta doença e também ajudar a quem busca tratamento contra tabagismo, saúde da mulher, do idoso, da criança e do adolescente, orientações sobre tuberculose e hanseníase, entre outros programas de saúde.

A campanha “Vida Saudável e Diabetes”, iniciada na última segunda-feira (10) para prevenção e detecção da hipertensão e diabetes em Itaboraí, também está acontecendo em todas as Unidades de Saúde da Família (USFs) e nas Policlínicas de Especialidades Prefeito Francisco Nunes da Silva, em Nancilândia, e Vereador José de Oliveira (Filoco), em Manilha. As instituições estão mobilizadas para atender, das 8h às 17h, usuários que desejam realizar o teste de glicemia e aferição da pressão arterial, além de orientar sobre a doença.

Nesta quarta-feira (12), servidores das secretarias municipais de Saúde e Administração participaram da campanha. Profissionais do programa de Hipertensão e Diabetes se mobilizaram até a nova sede das duas instituições, localizadas no antigo prédio do Fórum de Itaboraí, e realizaram testes de glicemia, aferição de pressão arterial e avaliação nutricional.

O secretário municipal de Saúde, Edilson Francisco dos Santos, 54 anos, e o de Administração, Jorge Armando de Macedo Pimentel, 69, foram os primeiros a serem atendidos pela equipe. E ficaram surpresos com os resultados.

“Apesar de não ser hipertenso, hoje minha pressão está alta devido à sobrecarga de trabalho e compromissos. A glicose está normal, porque controlo muito bem minha alimentação. Mas vou seguir as recomendações da minha equipe e diminuir um pouco o nível de estresse”, afirmou Edilson. “Já eu sou hipertenso, mas tomo rigorosamente meus remédios. Não sei o motivo desta alteração. Talvez tenha sido o corre-corre da nossa rotina diária, e eu já não estou mais percebendo essa oscilação na pressão. Prometo que vou me controlar mais. Quero viver muito ainda!”, contou Jorge Armando.

A equipe percorreu todas os setores administrativos para esclarecer os servidores sobre as doenças, fazer os testes e orientar sobre os cuidados a serem tomados para prevenção e controle da hipertensão e do diabetes. O objetivo foi detectar novos casos, principalmente entre aqueles que fazem parte de grupo de risco como hipertensos, obesos, indivíduos com altas taxas de colesterol, parentes de diabéticos, mulheres que tiveram diabetes gestacional, mães que tiveram filhos com mais de quatro quilos e idosos acima de 60 anos.

A coordenadora do programa de Controle da Hipertensão e Diabetes, Adriana de Siqueira Lima, afirmou que ficou admirada com os resultados obtidos na medição de alguns servidores mais jovens e daqueles já medicados, mas com a pressão ou taxa de glicemia altas.

“Cuidar da saúde ocupacional e corporativa também é nosso dever, daí a importância da campanha. Quem trabalha nesta área tem uma responsabilidade de lidar diariamente com vidas, de cuidar e resolver, o mais rápido possível, o problema do paciente. Com isso, acaba se esquecendo de olhar para si, fazer exames preventivos, se alimentar bem, e não deixar que a dor do outro o abale emocionalmente. Sabemos que é difícil, mas quando não conseguimos separar, sofremos e prejudicamos nossa saúde. Por isso, viemos aqui para estimular e conscientizar os funcionários a se cuidarem mais”, explicou Adriana.

You may also like...