São Gonçalo cria Comitê Gestor em combate ao Aedes Aegypti

  •  
  •  
  •  
  •  



Com objetivo de ampliar a atuação no combate ao mosquito aedes aegypti no âmbito do sistema público de saúde de São Gonçalo, integrantes do Comitê Gestor para Monitoramento do Plano Municipal de Combate ao transmissor da Dengue, Febre Chikungunya e Zika realizou na manhã desta sexta-feira (19) sua primeira reunião de trabalho na sede da secretaria de Saúde, no Centro.

Coordenada pelo secretário de Saúde, Dimas Gadelha, a reunião consolidou a criação das brigadas de combate ao mosquito, que farão o trabalho de controle do vetor nos prédios públicos do município e em órgãos particulares mediante solicitação.

“O Comitê Gestor vai propor, articular, coordenar e avaliar as ações de controle do vetor, para reduzir a incidência das doenças e seus efeitos, além de auxiliar a pesquisa relacionada às ações de vigilância, prevenção, atenção à saúde e controle dessas doenças”, explicou o secretário Dimas Gadelha.

Brigadas – Como parte das estratégias de prevenção contra a proliferação do transmissor da dengue, febre Chikungunya e Zika vírus, a secretaria municipal de Saúde criou a “Brigada em Saúde Ambiental”, que realiza palestras de capacitação em escolas, empresas e outras instituições, afim de conscientizar a população dos riscos da doença e torna-los agentes multiplicadores contra o Aedes aegypti em seus ambientes de convívio.

“Nós realizamos palestras, fornecendo as informações sobre os cuidados com o ambiente, que inclui a proliferação de vetores urbanos e armazenamento de água e resíduos, que diminui a infestação por roedores e Aedes aegypti, diminuindo consequentemente a incidência das doenças causadas por esses vetores”, conta o biólogo Adalyr Fortunato.

A palestra, que é realizada por profissionais da Vigilância Ambiental, onde os participantes conheceram todas as fases do Aedes Aegpti com palestras e vídeos educativos, é seguida por uma visita guiada a área externa do local, para uma aula prática de como os profissionais devem realizar o trabalho, que já foi realizado com técnicos de enfermagem da Estratégia de Saúde da Família (ESF), alunos do Colégio Municipal Castelo Branco e profissionais do Complexo Luiz Palmier, Defesa Civil, Sesi e Centro Educacional Monteiro Lobato. Na próxima semana, a Brigada atenderá moradores do Condomínio Alcântara I, laboratório B.braun e condomínio Portal das Mangueiras, em Alcântara.

“O cuidado para evitar focos de larvas do mosquito virou questão de cidadania. Todos nós temos que fazer nossa parte para combater as doenças causadas por ele. É importante que as pessoas tenham um olhar clínico para que percebam possíveis focos em seu ambiente de trabalho e em suas moradias também. Nós estamos diariamente buscando estratégias para desenvolver um trabalho ativo e contínuo para promover mudanças de conhecimento e comportamento da sociedade de maneira geral. A capacitação de multiplicadores é um dos meios disponíveis para tornar eficaz o processo de desenvolvimento das ações”, explica o secretário de Saúde, Dimas Gadelha.

Após 30 dias da capacitação, a equipe de agentes de endemias realiza uma visita técnica de acompanhamento a equipe treinada, verificando as necessidades e observações realizadas pelas pessoas capacitadas. As solicitações pelas ações da brigada ambiental podem ser realizadas através do 2605-2341.

You may also like...