Redução da tarifa do pedágio da Ponte Rio-Niterói já está valendo

  •  
  •  
  •  
  •  



O diretor da ANTT, Jorge Bastos, o ministro dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues. o secretário Carlos Roberto Osorio e o presidente do EcoRodovias, Marcelino de Seras mostram o novo preço do pedágio (Foto: Divulgação/Secretaria Estadual de Transportes)

O diretor da ANTT, Jorge Bastos, o ministro dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues. o secretário Carlos Roberto Osorio e o presidente do EcoRodovias, Marcelino de Seras mostram o novo preço do pedágio (Foto: Divulgação/Secretaria Estadual de Transportes)

A partir de hoje (1º), os motoristas que passarem pela Ponte Rio-Niterói em direção a Niterói vão pagar novo valor de pedágio. O contrato que alterou a empresa que administra a concessão estabeleceu preço de R$ 3,70, em vez dos atuais R$ 5,20.

A Ecoponte vai administrar a via pelos próximos 30 anos e tem prazo de cinco para melhorar os acessos. Em Niterói, será construído o mergulhão sob a Praça Renascença; a pista sentido Rio vai ganhar uma alça de ligação com a Linha Vermelha; e no acesso à pista sentido Niterói será implementada a Avenida Portuária.

O ministro dos Transportes, Antonio Carlos Rodrigues, deve acompanhar o início das operações da Ecoponte, ao lado do diretor-geral da ANTT, Jorge Bastos, e do secretário estadual de Transportes do Rio, Carlos Roberto Osorio.

Em evento de reinauguração da Praça dos Estivadores, ontem (30), no centro do Rio, o prefeito Eduardo Paes disse esperar que a redução não incentive as pessoas a irem de carro para o Rio de Janeiro.

“Eu espero que não venha mais carro, porque a cidade não suporta, não comporta. Eu acho que a melhor alternativa é a barca. Enfim, tem que discutir esse modelo de concessões que se faz, porque eu acho que baixar pedágio estimula carro e carro é sempre inimigo de cidade”.

You may also like...